domingo, 7 de fevereiro de 2010

Abraçar está na moda?



“DÊ-ME UM ABRAÇO", essa é a mensagem de uma camiseta que ganhei de Margarida Martins, em 2008, por ocasião de um Congresso da CPLP- Comunidade dos Países de Língua Portuguesa.



Às vezes, quando estou disposta a uma "socialização extra", saio com essa camiseta.


É interessante ver a reação das pessoas. Olham, comentam, riem, fazem piadinha e, algumas poucas, ousam atender o apelo da camiseta.


Já abracei militares em Maputo, bichos-grilo de lá e daqui. Também donas de casa, adolescentes, pacientes, colegas de trabalho, pessoas mal cheirosas, estranh@s e conhecid@s por aí...


Porém, esta semana uma coisa me intrigou. Ao colocar a camiseta e sair de casa, surpreendentemente eu estava in. Eu na moda é difícil de imaginar.


O caso é que algumas pessoas pediram uma camiseta dessas e me relacionaram a um programa de tevê. Lembrei-me de um vídeo do youtube sobre os abraços grátis. E aí sobe que passou algo semelhante em um programa dominical brasileiro.


A melhor parte foi desmoronar o castelo d@s que desejavam a camiseta da moda, dizendo que era de uma Ong AidsPortuguesa, chamada Abraço. E pra ilustrar, eu ainda mostrava que o cedilha do C era o lacinho da luta contra a Aids.


Tá bem, sempre dou essa explicação. Afinal, este é o sentido da camiseta. Mas, desta vez, teve um gostinho especial.


Seja como for, espero que essa "ordem do dia" passe. Porque as coisas fora de moda me caem muito melhor.



AQUELE ABRAÇO (Hino da Associação Abraço)


A Abraço está sempre a agir
A Abraço continua a ser
Um abraço amigo, um abraço amigo.
Alô, alô voluntários, aquele abraço
Alô, alô hospitais, aquele abraço
Alô crianças da Abraço, aquele abraço
Lisboa, Gaia, Porto e Funchal, aquele abraço.


Pra acabar com o preconceito, aquele abraço
Pra ajudar estas famílias, aquele abraço
Pra quem deu um donativo, aquele abraço
Pra quem usa o nosso laço, aquele abraço.


Alô, alô esperança, aquele abraço
Alô, alô dignidade, aquele abraço
Alô, alô compreensão, aquele abraço
Alô, alô ombro amigo, aquele abraço.


Pra um futuro bem melhor, aquele abraço
Pra quem usa camisinha, aquele abraço
Pra quem precisa de um abraço, aquele abraço
Pra acabar com o sofrimento, aquele abraço.


Alô, alô juventude, aquele abraço
Alô, alô amizade, aquele abraço
Alô, alô Portugal, aquele abraço
Alô, alô a toda a gente, aquele abraço.


FICHA TÉCNICA
Tema - Gilberto Gil
Arranjo - André Roquette, Miguel Guia e Tó Ricciardi
Vozes - Kika Santos e Luís Represas
Letra (adpt) - Leandro Alvarez e João Ribeiro
Produção - Som de Lisboa
Grafismo - Gezo Marques
Edição - Movieplay, Dez 1996

.

2 comentários:

Jamylle Bezerra disse...

Ideia bacana. Abraço é sempre muito bom, não importa de quem venha, desde que seja sincero.

Boa semana!

Abraços!!! ;)

The dolly sisters disse...

Flor!

Tdo bem?

Vc pode roubar o post que desejar. Estou escrevendo rapidinho, que vou dar aula, mas quero muito conhecê-la pessoalmente!

Beijos!


Érika.